Projeto de viabilidade técnica para veículos elétricos2018-10-06T06:16:50+00:00
Voltar

Mobilidade Elétrica

Voltar

Mobilidade Elétrica

Projeto de viabilidade técnica para veículos elétricos

Site do município de Sevilha: sevilla.org

A Evectra, empresa do Grupo im3, desenvolve um projeto de viabilidade técnica, análise econômica e administrativa de uma rede de infraestrutura de recarga para veículos elétricos em Sevilha.

Tarefas desenvolvidas pela Evectra:

  • Definição de soluções técnicas para ampliar a rede de infraestrutura de tarifação atual, dado o critério do Município de reutilizar localizações existentes com infraestrutura de tarifação que não funciona:
    • Análise da viabilidade técnica: definição das condições de mobilidade de Sevilha, definição da infraestrutura de recarga atual, manutenção, gestão e uso dos documentos contratuais.
    • Análise da viabilidade econômica: definição do investimento econômico necessário para a expansão da infraestrutura de recarga, estudo dos programas de financiamento existentes.
    • Análise da viabilidade legal e administrativa da implementação da rede: de acordo com a lei, que poderia ser a melhor forma de articular o funcionamento da rede.
  • Definição de uma rede de infraestrutura de recarga alternativa em Sevilha, supondo que não existissem os pontos de recarga anteriores para veículos elétricos e de acordo com os critérios metodológicos comprovados e efetivos da Evectra:
  • Análise da viabilidade técnica: definição de medidas estratégicas para o estabelecimento da rede de infraestrutura de carga, definição do alcance da rede de infraestrutura de carga. Definição dos documentos contratuais de uso, manutenção e gestão.
  • Análise da viabilidade econômica: definição do investimento econômico necessário para a expansão da infraestrutura de recarga, estudo dos programas de financiamento existentes.
  • Análise da viabilidade legal e administrativa da implementação da rede: de acordo com a lei, que poderia ser a melhor forma de articular o funcionamento da rede.

Pode-se comparar a rede de tarifação de acesso público já existente para o centro da cidade de Sevilha (foto1) e a proposta de acordo com a nossa experiência (foto2).