Aniversário do nascimento da Mecânica Quântica

//Aniversário do nascimento da Mecânica Quântica

14/12/2022

Imagem: representação livre da ‘teoria das cordas’ que propõe que o ‘tecido fundamental’ do universo é feito de uma multidão de minúsculas cordas vibrantes, cada uma correspondendo a uma partícula subatômica: elétrons, quarks, neutrinos, etc.

Coincidindo com o 122º aniversário do nascimento da Mecânica Quântica, esta semana o Departamento de Energia dos EUA anunciou que uma reação de fusão nuclear com ganho posotivo de energia foi realizada em um laboratório da Califórnia. Se essa notícia se confirmar, é um marco histórico que mudará o mundo por completo neste século.

No ano de 1900, cientistas importantes proclamavam que, combinando as equações de Newton e Maxwell, já tínhamos uma teoria de tudo e que tudo o que poderia ser descoberto já havia sido descoberto, ou assim parecia..

Porém, em 14 de dezembro de 1900, Planck, em uma reunião da Sociedade Alemã de Física, tornou pública sua ideia de que a energia não pode assumir qualquer valor, mas sim um múltiplo inteiro de uma quantidade mínima que ele chamou de quantum, fato considerado como o nascimento da mecânica quântica.

Cinco anos depois, em 1905, Einstein explicou o efeito fotoelétrico, por meio de quanta de energia luminosa, os fótons. Uma nova realidade da natureza estava começando a emergir.

E em 1913, Bohr propôs seu modelo atômico, no qual os elétrons poderiam ser encontrados apenas em certas órbitas específicas, a uma certa distância específica do núcleo e com uma certa energia específica. Mas porquê?

Houve um momento em que a gramática do mundo parecia clara: na raiz de todas as várias formas de realidade parecia haver apenas partículas de matéria guiadas por poucas forças. A humanidade podia acreditar que tinha visto o fundo da realidade. Mas não durou muito: muitos fatos não encaixavam.

Até que em 1925, um alemão de 23 anos encontrou uma ideia que possibilitou dar conta de todos os fatos recalcitrantes e construir a estrutura matemática da mecânica quântica, a “teoria quântica”. Talvez a maior revolução científica de todos os tempos.

A teoria quântica esclareceu as bases da química, o funcionamento dos átomos, sólidos, plasmas, matéria orgânica, a dinâmica das estrelas, a origem das galáxias… mil aspectos do mundo. E é a base das tecnologias mais recentes, de computadores a usinas nucleares.

No entanto, a ideia verdadeiramente estranha do jovem Heisenberg que descreveria o mundo muito bem permanece misteriosa hoje depois de quase 100 anos. Uma ideia inquietante destinada a perturbar toda a física, toda a ciência, toda a nossa concepção do mundo. A ideia que a humanidade ainda não assimilou…

Nos últimos anos, vários cientistas estão tentando lançar publicações que sejam legíveis para o público em geral, com o objetivo de divulgar a Mecânica Quântica. Aqui estão três livros que seguem esta linha:

         Helgoland, de Carlo Rovelli, Editorial Anagrama Barcelona, ​​​​2022

         As Dez Chaves da Realidade, de Frank Wilczek, Editorial Planeta, 2022

         A Equação de Deus, por Michio Kaku, Penguin Editorial Group, 2022

2022-12-14T05:58:41+00:00